Bronquiolite

Bronquiolite

Na bronquiolite há uma inflamação dos bronquíolos. Os bronquíolos são tubos fininhos do pulmão que levam o ar até aos alvéolos, onde se fazem as trocas gasosas. Quando os bronquíolos inflamam eles ficam mais apertados e o ar que se respira não passa tão bem pelo que o doente fica com dificuldade em respirar.

Geralmente é provocada por vírus (o mais frequente é o Vírus sincicial respiratório - VSR - mas há outros: rinovírus, adenovírus e influenza.). A bronquiolite pode ser uma das complicações de uma constipação.

É muito frequente mas benigna porque cura sem sequelas. Mas quando atinge bebes pequenos o quadro complica-se porque a inflamação dos bronquíolos leva a produção de muco e a edema que podem obstruir os finos tubos (bronquíolos) dando sintomas parecidos com a asma.


Diagnóstico

O diagnóstico é feito pelo médico após avaliar os sintomas do doente.

As especialidades médicas indicadas para avaliar estas doenças são: Pneumologia, Otorrinolaringologia, Alergologia ou a Pediatria, por exemplo.



Sintomas

Os sintomas de uma bronquiolite poderão ser:

  • Catarro
  • Febre
  • Obstrução do nariz
  • Respiração acelerada com pieira
  • Perda de apetite




Sinais
  • Afundamento dos espaços entre as costelas 
  • Lábios roxos ou azulados
  • Dificuldade em estar desperto

Estes sinais são para ir imediatamente ás urgências.



Tratamentos

O tratamento da bronquiolite abrange medidas de alívio dos sintomas mas também recorre a medicamentos:

Tratamento sintomático:

  • Hidratação.
  • Limpeza regular (a cada 2 horas) das fossas nasais após aplicar uma gota de soro fisiológico.
  • Levantar a cabeceira da cama.

Tratamento farmacológico:

  • Analgésico e antipirético: paracetamol.
  • Broncodilatadores.
  • Descongestionantes nasais locais.


Prevenção

É possível prevenir a bronquiolite tendo alguns hábitos tais como:

  • Lavar as mãos com frequência.
  • Usar lenços de papel descartáveis que se deitam fora após limpar o nariz.


As informaçðes e sugestðes contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas.